Site, Rede Social ou Ambos? - ZEN DIGITAL 👍 Marketing Digital Local RJ

Site, Rede Social ou Ambos?

16:57 0 Comentários

Se você tem dúvida sobre ter um site ou rede social, leia este artigo.

Quando há dúvida em se ter um Site, Rede Social ou Ambos nós sempre nos deparamos com a seguinte pergunta: Por que preciso de um site quando posso usar as redes sociais para divulgar o meu negócio? Esta pergunta é mais recorrente do que você imagina. O que você acha que seria melhor? Claro que construir um site ou personalizar um modelo (template) tem seus custos, tais como: domínio, hospedagem, designer, SEO, atualizações, manutenção entre outros. Mas existem soluções que permitem que você tenha um site sem ter que gastar um centavo sequer. Então, para quê ter um site quando você pode ter páginas de “graça” para a sua empresa nas redes sociais?

Site, Rede Social ou Ambos?

Em se tratando de rede social, além de ser “GRÁTIS”, também há milhões de pessoas na plataforma interagindo entre si. Quando usada corretamente, isso permite que você cresça mais rápido do que poderia em outro lugar.

Alguns benefícios ao usar as redes sociais para o seu negócio:

Conhecimento técnico: pouco ou nenhum. A maioria das plataformas é fácil de usar, bastando preencher algumas informações sobre sua empresa de maneira organizada e fácil de seguir.

Facilidade: Não sabe codificar? Sem problemas! Basta digitar suas informações, fazer o envio de algumas imagens e pronto.

Otimização para os sites de buscas: Devido à popularidade e a grande quantidade de conteúdo compartilhado, a sua página nas redes sociais é automaticamente otimizada para os sites de buscas.

Ferramentas de marketing e integrações: As plataformas, especialmente as grandes, possuem capacidade de marketing e integrações. No Facebook, por exemplo, você pode criar sua lista de e-mail, arrecadar dinheiro, vender produtos e muito mais.

Acompanhamento de Acessos: A maioria conta com recursos semelhantes, permitindo que você acompanhe o que os visitantes estão fazendo em suas páginas, o conteúdo de que gostam e quantas pessoas seu conteúdo está alcançando. Isso permite que você saiba o que funciona e o que não funciona.

O que você precisa saber antes de criar um site para sua empresa:

Estar 100% no controle de sua presença on-line: Ter um site construído para o seu negócio é muito diferente dos pontos acima, especialmente quando se trata de custo. Quando feito profissionalmente, um site vai custar mais do que configurar páginas nas redes sociais gratuitas, mas as diferenças não param por aí.

Aqui estão algumas coisas que você precisa fazer para criar um site para sua empresa local:

Comprar um domínio e obter hospedagem para o site: Para começar, você tem que pagar custos recorrentes pelo seu domínio e hospedagem do site. O domínio é o "endereço" em que você construirá seu site (ex: "nomedaempresa.com.br"). Hospedagem de site é o espaço do servidor (ou seja, o "terreno"), onde seu site vai viver.

Design, Desenvolvimento e Expertise Técnica: Como a maioria dos donos de pequenos negócios não trabalha como designers de sites, você provavelmente terá que contratar um Webdesigner ou a Zen Digital para projetar, criar e atualizar ocasionalmente o site para você. Mesmo esses construtores de sites “grátis”, tipo “arrastar e soltar” exigem alguns conhecimentos técnicos e de design para obter um site que você possa exibir.

Otimização para Ferramentas de Buscas (SEO): Se você quiser que seu site seja bem classificado nos mecanismos de busca para determinadas palavras-chave, como o nome de sua empresa, isso exigirá algum entendimento básico de SEO (Search Engine Optimization) na página. Se você não sabe nada sobre SEO, então você pode considerar pagar alguém ou a Zen Digital para ajudá-lo com isso.
Isto é apenas o começo do que custará ter um site e é por isso que muitas pessoas recorrem às redes sociais.

Então, por que construir um site para sua empresa quando você pode usar plataformas gratuitas para comercializar sua empresa on-line?

A resposta é: você precisa estar 100% no controle de sua presença on-line.

Como proprietário de uma empresa, você prefere:

1º) Estabelecer sua loja dentro da loja de outra pessoa? ou

2º) Ter um espaço dedicado ao seu negócio?

Na primeira opção, você fica à mercê do dono da loja. Se ele não quiser mais o seu negócio em sua loja, você estará fora do mercado até encontrar um novo local. Se ele decidir não abrir amanhã, sua empresa não poderá alcançar seus clientes e sua receita será afetada.
No entanto, ao possuir a sua própria loja, você passa a ter muito mais controle sobre a situação. As mudanças nos negócios de outra pessoa não afetarão sua permanência no mercado. O mesmo acontece com um site que você controla, em vez de criar sua presença on-line apenas em uma rede social.

Não fique à mercê de alguém!

Se você configurar a loja apenas em uma ou mais redes sociais, sua empresa estará à mercê dessas plataformas. Eles podem fazer alterações sempre que quiserem e você não tem voz, mesmo que isso cause impacto na sua empresa. Se essa rede social for adquirida e alterada ou desativada, você não poderá mais alcançar seus clientes.
Um ótimo exemplo disso é quando muitas páginas de negócios foram prejudicadas na recente atualização do algoritmo do Facebook, diminuindo o alcance de suas páginas. Não havia nada que as empresas pudessem fazer, a não ser reclamar ou pagar para impulsionar suas postagens.

A mesma coisa poderia acontecer em outra rede social a qualquer momento. O YouTube poderia começar a cobrar para armazenar vídeos em seus servidores. O Twitter poderia decidir se tornar uma plataforma Premium, onde as empresas teriam que pagar para manter os seus perfis. Em qualquer uma dessas circunstâncias, caso não pague, você não poderá mais se comunicar com seus clientes. Você não tem controle sobre essas redes sociais.

Podemos definir assim: O seu site como a sede da sua empresa on-line e a Rede Social a sua ferramenta de marketing. Se você tem seu próprio site como sede de sua empresa, então você tem 100% de controle da sua situação.

Como a analogia da empresa acima, você pode ter sua própria loja e ainda configurar um rack de seus itens na loja de outra pessoa. Por que você não? Especialmente se eles oferecem o espaço de graça. Assim, você controla a sua loja e, também, pode usar o espaço de outra pessoa para comercializar seus itens e fazer algumas vendas. Se eles fecharem, você poderá perder um ótimo espaço de marketing, mas não estará fora do mercado.

É assim que você deve tratar as Redes Sociais.

Use as redes sociais como uma plataforma de marketing para direcionar o tráfego de volta ao seu site. Use esse tráfego para aumentar suas vendas e/ou sua lista de clientes e e-mails para se comunicar com eles a qualquer momento, em qualquer lugar. Em seus próprios termos.

Afinal é muito mais inteligente investir em algo que você possui do que construir em uma terra que não é sua. Algum dia as regras vão mudar e isso pode ter um grande impacto no seu negócio, se você não estiver no controle. É por isso que recomendamos aos nossos clientes que eles invistam em um site próprio e, em seguida, usem as redes sociais - e seus muitos benefícios - para alcançar novos públicos e expandir seus negócios.

Marketing Digital para Pequenos Negócios Locais